Los lectores de Autoblog están bien informados sobre la nueva Chevrolet Tracker. La flamante generación de la SUV para el Segmento B (chico) tiene hasta su propia sección en este blogcito.

Sin embargo, recién hoy -por primera vez- General Motors Sudamérica habló de manera oficial sobre este modelo. Aunque todavía sin nombrarlo: confirmó que la nueva SUV se fabricará en Brasil y se presentará de manera oficial “en el primer trimestre de este año” y difundió la primera imagen oficial: vista desde abajo.

Sí, se trata de uno de los primeros teasers en la historia de la industria automotriz mundial donde un auto debuta mostrando su pancita. La imagen fue tomada en la línea de montaje de São Caetano do Sul, que fue reformada como parte del llamado Proyecto GEM: una plataforma de vehículos para “Mercados Emergentes Globales” (GEM, por sus siglas en inglés) y que ya tiene como protagonistas a los nuevos Onix y Onix Plus.

“Será la primera SUV compacta de Chevrolet producida en Brasil. Llegará a los concesionarios locales a fines del primer trimestre de este año, con conceptos tecnológicos innovadores, relacionados con la conectividad, la seguridad y la eficiencia energética”, dijo el ejecutivo argentino Carlos Zarlenga, presidente de GM Sudamérica.

Esta SUV estrenará un nuevo motor 1.2 turbo con 140 caballos de potencia. Y reemplazará a la actual Tracker que viene importada de México. Se comenzó a despedir en diciembre pasado, con la edición especial Midnight (ver nota de lanzamiento).

La nueva Tracker es el modelo que los delegados de Smata en Santa Fe aseguran que se fabricaría en la planta de GM Argentina en Alvear, aunque recién se fabricaría en 2021. Suena confuso, es cierto. Pero hay más sobre esto en esta nota.

***

Chevrolet difundió la primera foto oficial de la nueva Tracker (así es su pancita)
Detalle de la primera foto oficial de la nueva Chevrolet Tracker.

Chevrolet difundió la primera foto oficial de la nueva Tracker (así es su pancita)
La foto oficial de portada coincide con las primeras imágenes que surgieron de la nueva Tracker.

Lanzamiento inminente: la nueva Chevrolet Tracker ya comenzó a ser entregada en los concesionarios de Brasil
En Brasil ya comenzó la entrega a los concesionarios.

***

Comunicado de prensa de GM Brasil GM cumple 95 años en Brasil y se prepara para producir un modelo inédito en el país

SÁƒO CAETANO DO SUL – A General Motors completa 95 anos de atividades no Brasil pronta para iniciar um novo ciclo de desenvolvimento. Ao mesmo tempo que avança com tecnologias inovadoras como a conectividade de nível quatro e na renovação do portfólio Chevrolet com o Novo Onix e o elétrico Bolt EV, a empresa investe fortemente na atualização de suas instalações.

Depois de anunciar ampliações de seu centro de desenvolvimento de produto em Indaiatuba (SP) e da transformação das fábricas de motores de Joinville (SC) e das linhas de montagem de Gravataí (RS) para o conceito de indústria 4.0, a GM está finalizando o processo de renovação da fábrica de São Caetano do Sul (SP) para a produção de um modelo de veículo inédito da empresa no país.

“Será o primeiro SUV compacto da Chevrolet produzido no Brasil. Chegará às concessionárias locais até o fim do primeiro trimestre deste ano com conceitos tecnológicos inovadores relacionados à conectividade, segurança e eficiência energética”, diz Carlos Zarlenga, presidente da GM América do Sul.

De acordo com o executivo, a procura crescente por SUVs compactos mais tecnológicos é um fenômeno identificado também em mercados regionais, por isso há planos de exportar este novo produto.

São Caetano do Sul

Em 2020, a fábrica da GM em São Caetano do Sul completará 90 anos de atividades totalmente renovada. Entre 2018 e 2019, as instalações passaram por uma extensa reforma em todo o processo produtivo.

Entre as inovações está um novo equipamento que movimenta os carros pela linha de montagem capaz de ajustar-se em qualquer altura, entregando a condição ergonômica mais correta para a execução de cada operação. Além disso, foi instalado um novo sistema de transporte automatizado para o sistema básico de motor, transmissão, escapamento, eixo e semieixo. Mais de 150 apertadeiras eletrônicas garantem as medidas exatas dos torques críticos, cujo monitoramento é realizado online em tempo real.

“Esses são apenas alguns exemplos de novidades da grande transformação pela qual a fábrica de São Caetano do Sul passou. Além das tecnologias inovadoras, temos novos prédios e área de estamparia. Foi muito interessante reformar completamente uma instalação como a da GM em São Caetano do Sul, porque ao trocar equipamentos, nos deparamos com muita história. Descobrimos, por exemplo, as fundações das máquinas que produziram o lendário Opala. É uma honra fazer parte deste momento tão importante para essa que é uma fábrica símbolo da região”, comenta Andreieli Pinto, diretor executivo da fábrica de São Caetano do Sul.

História da GM no Brasil

Desde a montagem do primeiro Chevrolet em um galpão no bairro paulistano do Ipiranga, em 1925, até este ano mais de 15 milhões de veículos GM foram emplacados no País.

O primeiro carro nacional de passeio da Chevrolet foi o Opala, apresentado em 1968. Outros modelos de sucesso foram lançados posteriormente, como o Chevette, a D20, o Monza, o Kadett, o Corsa, o Vectra, o Omega e o Astra.

A GM chegou a produzir paralelamente outros tipos de produtos, como baterias, aparelhos de ar-condicionado e até geladeiras – as famosas Frigidaire. Mais de 2.000.000 delas foram feitas dos anos 50 aos 70.

Hoje, a companhia possui três complexos industriais de produção de veículos, motores e componentes: São Caetano do Sul (SP), São José dos Campos (SP) e Gravataí (RS). Conta ainda com unidades em Mogi das Cruzes (produção de componentes estampados e peças), Sorocaba (centro logístico) e Indaiatuba (campo de provas), todas no Estado de São Paulo, além de um Centro Tecnológico, em São Caetano do Sul (SP). A GM também tem em Joinville (SC) linhas industriais de onde saem motores e cabeçotes de alumínio.

Enviá tu noticia a novedades@motor1.com